segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Asma...





Minha cabeça anda oca,
Mas cheia de preocupações. 
Criei uma ruga entre a testa, 
Envelheci por puro cansaço...
De continuar cansada.


Os 20 cigarros do maço já não me bastam...
Não escrevo versos carinhosos de fim de tarde, 
Não sou bobagens de sábados em pleno domingo.
Hoje sou mês de chuva, e já faz tantos meses.
Só chove...

Me perdi no turbilhão da falta de calmaria,
Nunca fui exemplo de persistência...
Desisti faz tempo do tempo que não muda,
Virei preguiça repetida só por precaução...
Enquanto durarem os pulmões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário