terça-feira, 9 de setembro de 2014

Encontros...




Te encontraria no meio daquela multidão confusa,
Sentiria o cheiro da nossa alegria a qualquer distância.
Te encontraria no meio das nossas doloridas perdas...
Mesmo que ainda não te conhecesse, te encontraria.

Reconheceria no seu sorriso o meu, 
No seu olhar uma vírgula de uma poesia minha.
No cheiro de paz para me abraçar, reconheceria...
Mesmo sem saber seu nome, saberia te chamar para perto.

Por ser como sempre foi, como deveria ser, como é!
Desde que te encontrei, nunca te perdi nem por um instante.
E como poderia? "Já era amor, antes de ser."
Te reconheceria!

Um comentário: