terça-feira, 5 de maio de 2015

Pedaços de mim



A gente é o que ama, o que canta, o que sente,
E cada coisinha efêmera que gosta, e que faz.
Hoje eu senti saudades de entrar no meu carro,
Sair por uma reta qualquer, ouvindo os sons da cidade, 
E uma música que faça sentir coração bater, 
No meio dos meus barulhos cheios de sentimentos.
E só de pensar que agora eu não posso,
Faz com que eu me sinta menos eu.
Não sou nada além dos pedaços que me rodeiam,
Dos detalhes que eu escolhi...
E às vezes a saudade que eu tenho, é de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário